PSB SUSTENTA NOMES PARA CHAPA QUE O PT NÃO INDICOU

O PSB registrou ata no Tribunal Regional Eleitoral com Marcilei Vignatti e Rodrigo Bornholdt como nomes para composição da chapa majoritária pela Frente de Esquerda. Isto porque, de acordo com estatuto do partido, a apresentação de nomes deveria ter acontecido 8 dias antes da convenção. O PSB de Içara, apresentou a inscrição dia 1º de Agosto, ou seja, 4 dias antes do prazo.

O partido registrou sua ata da convenção no Sistema de Registro de Candidaturas – Candex, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na noite de sábado (7).

O partido sustenta que os nomes de Marcilei Vignatti e Rodrigo Bornholdt foram aprovados e homologados na Convenção Estadual. Enquanto o advogado e ex-prefeito de Joinville, Bornholdt, teve seu nome debatido e referendado em 12 de fevereiro pelo Congresso Municipal do partido em Joinville, o nome da vereadora Vignatti foi indicado e aprovado pelo Congresso Municipal do partido em Chapecó em 19 de fevereiro de 2022.

O nome de Bia Vargas, de Içara, que é o nome preferido por Décio Lima, foi apresentado fora do prazo legal. Se houvesse consenso, o partido poderia ter apesentado também, mas como não, manteve apenas os dois nomes para a vaga de vice-governador.

Pelo edital publicado em 15 de julho, interessados em colocar seus nomes à disposição para o pleito eleitoral tinham até dia 28 de Julho para se inscrever.

“Rejeitamos veementemente qualquer tentativa de interferência externa. O PSB renova, ainda, o chamado à pacificação e unidade da Frente contra Bolsonaro e seus representantes em Santa Catarina”, afirmou o presidente Cláudio Vignatti.

 

OBRAS PARA BELLATORRES

Na passagem do secretário da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, pela região, ele esteve em Passo de Torres com o prefeito Valmir Rodrigues (PP), e visitou obras em andamento da pavimentação asfáltica da BR-101 à Praia de Bellatorres.

São 8,4 km, com drenagem de águas pluviais e sinalização viária, onde foram investidos R$ 17,9 milhões via Governo do Estado, maior convênio individual da história.  A ponte sobre o rio Mampituba, entre Passo de Torres/RS e Torres/RS, custou R$ 2,4 milhões em 2017.

Na visita à obra, estavam o vice-prefeito Altemir Catel Cardoso (PSD), secretária de Educação Karini Colares, secretário de Pesca, Ademilson Batista da Silva, vereador Jaci Eziquiel e chefe de gabinete Silvana Kjilim.

 

63 CARGOS EM DISPUTA

O presidente do TRE/SC, desembargador Leopoldo Augusto Bruggemann, e equipe apresentaram na manhã de terça-feira (9), detalhes da atuação da Justiça Eleitoral nas eleições de 2022, que acontecem em 1º turno dia 2 de Outubro, e em segundo turno, se for o caso, em 2º turno dia 30 de Outubro.

Dia 15 de Agosto encerram os prazos de registro de candidaturas e dia 16 inicia o período da propaganda eleitoral. Dia 19 de Agosto, serão definidos/divididos os tempos de rádio e televisão. 

Os partidos ainda não começaram a definir os gastos do Fundo Eleitoral, que chega a R$ 4,9 bilhões.

Do Fundo Partidário, R$ 1,6 bilhões, os partidos já gastaram R$ 500 milhões.

 

APOIO PARTIDÁRIO

O prefeito de Jacinto Machado, João Batista “Gaiola” Mezzari (MDB) reuniu na última semana lideranças em apoio ao nome de Tiago Zilli (MDB), que busca cadeira na Assembleia Legislativa.

 

O ALVO PREFERIDO

Nos primeiros 3 debates que acompanhei, o que é possível dizer é que Carlos Moisés (Republicanos), inevitavelmente, será alvo dos demais concorrentes – Jorginho Mello (PL), Gean Loureiro (União do Brasil), Décio Lima (PT), Esperidião Amin (PP), Jorge Boeira (PDT) e Odair Tramontin (Novo).

 

CRÍTICA AO “FIQUE EM CASA”

Jorginho Mello (PL) também critica Gean Loureiro (União do Brasil) pelo tratamento dado por Florianópolis dado à pandemia da covid-19.

Além disso, bate em Décio Lima (PT) para marcar posição na polarização Bolsonaro (PL) x Lula (PT).

 

TABELINHA

Esperidião Amin (PP), que apoia Jair Bolsonaro (PL) e Jorge Boeira (PDT), que apoia Ciro Gomes (PDT), mantem respeito mútuo, o que denota pretensões de apoio recíproco em um eventual segundo turno.

 

ANTI PT

Odair Tramontin (Novo), por sua vez, critica Moisés, mas especialmente o PT de Décio Lima e Lula.

 

MAIOR ALIANÇA

Carlos Moisés terá a maior coligação – Republicanos, MDB, Podemos, Democracia Cristã, Avante, PSC (o PROS depende da decisão da justiça eleitoral).

 

DEFESA DO SÓCIO

No debate, foi questionado por Esperidião Amin (PP) questionou Moisés (Republicanos) por ter chamado o MDB para sócio, de um governo que teria encontrado com problemas e que teve que consertar.

 

SAÚDE

O tema saúde foi um dos mais citados nos debates. O ex-prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (União Brasil) lembrou que:

“não temos um hospital geral em Criciúma. Tem em Joinville, em Lages, em Chapecó […]”.

Enquanto o governador Moisés teve que dar explicações sobre respiradores e uso indevidos do avião da saúde, Loureiro teve que explicar as férias em Cancun em tempos de pandemia.

 

PROJETOS PARA O SUL

“Eu quero levar a Escola do Futuro para Araranguá, o Restaurante Popular para Içara, projetos sociais como foram implementados em Florianópolis, levar a Tubarão o serviço de telemedicina – o Alô Saúde Floripa, que foi o pioneiro e que se destacou em todo o país. Por isso, peço quatro anos para transformar o Sul de Santa Catarina e todo o Estado”, pontuou Loureiro.

 

SÓ COM BOLSONARO

O PRTB, que foi o partido do vice-presidente Hamilton Mourão (agora é Republicanos), fica neutro na eleição em Santa Catarina, não haverá apoio formal a nenhum candidato neste primeiro turno, decisão tomada sexta-feira (5). O PRTB manterá apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

PROPAGANDA COM LIBRAS

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) em Santa Catarina, órgão do Ministério Público Federal responsável pela chefia da fiscalização do processo eleitoral, recomendou aos partidos políticos do estado que utilizem, de forma simultânea e cumulativa, a subtitulação por meio de janela aberta, janela com intérprete de Libras e audiodescrição.

 

MORTE TRÁGICA

A ex apresentadora a da extinta RBS/TVCOM, Mariana de Abreu Bastian, morreu ao lado do filho, Ricardo, em Florianópolis, em acidente que aconteceu na BR-282.

0 Comentários

Comente essa publicação