Conforme reportagem divulgada com exclusividade pela Post TV e Jornal Enfoque Popular, nesta terça-feira, 2, o prédio que abrigava a 19ª Delegacia Regional de Polícia, DPCAMI (Delegacia de Polícia da Criança, Adolescente, Mulher e Idoso) e CIRETRAN, sofria risco de interdição devido a condição estrutural precária.

Em nota, nesta quinta-feira, a Polícia Civil de Santa Catarina informa que, a partir desta sexta-feira, 5, os atendimentos ao público e os trabalhos policiais prestados no prédio da Delegacia Regional de Polícia de Araranguá (CIRETRAN e DPCAMI), serão transferidos de local. “A medida se faz necessária por questão de segurança em atendimento a um laudo técnico da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, que determina a desocupação temporária do espaço até a realização de um estudo definitivo a respeito da situação estrutural do prédio”, diz a nota.

A vistoria técnica dos engenheiros, teria sido solicitada pela Polícia Civil. “Com o conhecimento da informação técnica emitida, a Delegacia Geral da Polícia Civil decidiu pelo fechamento do prédio e a desocupação do imóvel de forma imediata, seguindo a recomendação técnica. Os trabalhos policiais existentes no local continuarão sendo prestados parcialmente em outras Delegacias de polícia”, relata a nota.

Em relação aos serviços da Ciretran (Veículos, CNH e Multas/Penalidades), o atendimento será realocado para a 1ª Delegacia de Polícia de Araranguá, no período da manhã, das 8h às 12h), a partir de segunda-feira, 8.

Quanto aos trabalhos realizados pela DPCAMI (Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso) seguirão com atendimento parcial ao público na CPP de Araranguá, anexo à DIC, na Cidade Alta. Os atendimentos referentes a Atestados de Antecedentes e Fiscalização de Jogos e Diversões deverão ser encaminhados via correio eletrônico (drpararangua@pc.sc.gov.br).

A Polícia Civil de Santa Catarina toma, neste momento, as medidas necessárias no sentido de locação de imóvel para a transferência da sede da Delegacia Regional.

0 Comentários

Comente essa publicação