A chuva da madrugada entre esta quarta-feira (16) e quinta-feira (17) causou estragos em diversas cidades do Litoral Norte e Vale do Itajaí. Em Balneário Camboriú a Defesa Civil registrou chamadas na avenida Brasil, avenida das Flores, rua São Paulo e ruas do Bairro da Barra.

O órgão segue monitorando esses locais e chama a atenção para os riscos de deslizamentos. De acordo com o último alerta emitido, deve chover forte até o domingo (20), deixando os órgãos de segurança em estado de alerta.

Foram 72mm de chuva nas últimas 96 horas em Balneário Camboriú e ainda não foi identificado o nível do rio em Rio das Ostras porém ele saiu da calha, de acordo com a Defesa Civil do Município.

De acordo com Marinho Stringari, diretor da Defesa Civil de Itajaí, foram poucas ocorrências na cidade, dentro do esperado pelo órgão, porém os longos dias com chuva, sendo esperada até o fim de semana é preocupante na região.

Em Rio do Sul abrigos estão sendo abertos para receber as pessoas atingidas pelo temporal desta madrugada.

Segundo a prefeitura da cidade, ao menos 15 famílias precisaram deixar suas casas em virtude de alagamentos e receberam alojamento da Defesa Civil.

Cerca de 84 milímetros de chuva caíram em Rio do Sul nas últimas horas. Às 6h, o nível do rio estava em 6,84 e a cota de inundação é de 7,5.

A Defesa Civil de Santa Catarina confirmou às 8h30 desta quinta-feira (17) ao menos 10 mortes por causa do temporal da última madrugada. As vítimas são de Presidente Getúlio, no Alto Vale do Itajaí.

Imagem de uma rua alagada e bombeiros com um bote.

O número, porém, ainda pode subir, pois equipes dos bombeiros de diversas cidades trabalham no resgate dos moradores na região. A cidade é a mais afetada pela chuva.

Segundo o comandante dos bombeiros de Presidente Getúlio, as primeiras vítimas localizadas são do bairro Revólver, onde a água chegou na altura do ombro dos moradores.

A maioria perdeu a vida ao ser arrastada pela água.

Fonte: ND+

0 Comentários

Comente essa publicação