AS PRIMEIRAS AÇÕES DO NOVO GOVERNO DE ARARANGUÁ

O prefeito eleito de Araranguá, César Antônio Cesa (MDB), em entrevista à Post TV, falou de seus próximos passos enquanto aguarda o início de sua gestão, que começa em 1º de Janeiro.

Embora não tenha anunciado nomes para ocupar cargos no novo governo, César anunciou o primeiro nome que irá ter papel importante na nova gestão: é o de Alcindo Crepaldi, o Negão da Madeireira (MDB), que ser o coordenador geral do Conselho Político, que havia sido anunciado durante toda a pré-campanha.

O novo prefeito garante que sua gestão irá priorizar a transparência das informações. Outro ponto, é que irá implementar o aplicativo cidadão que aponta os buracos, problemas com iluminação pública e outras queixas comuns do cidadão. Na Saúde, também quer garantir que haja comunicação com os pacientes para evitar a falta de uso das consultas e atendimentos pré-agendados.

Além do turismo de verão, que precisa iniciar agora, o prefeito eleito quer impulsionar o turismo religioso, o gastronômico, o industrial, este com a criação da 1ª feira da moda.

 

EM BUSCA DE RECURSOS

César quer ‘enrolar as bandeiras partidárias’ e disse que irá atrás dos deputados estaduais, federais e senadores de todos os partidos, em busca de recursos para Araranguá.

O prefeito eleito diz ter planos para o Calçadão de Araranguá, onde pretender fazer uma faxina geral, e depois estudar o projeto existe junto com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Deve buscar recursos para apoiar o projeto, que ainda consiste a construção de um caminho (eixo) que leve os turistas e visitantes à rodovia Beira Rio, onde deverá ser implantada uma via gastronômica.

Daí se espera uma ação mais drástica, uma solução para melhorar o visual do Centro, já que o Calçadão completou este ano 30 anos desde a inauguração em 1990.

 

TRANSIÇÃO E REFORMA

Deve iniciar na segunda-feira (30), efetivamente, com o encontro de César Cesa (MDB) e Mariano Mazzuco Neto (PP), para tratar da transição entre os dois governos, o que está em andamento e o que começa em janeiro.

César espera saber sobre o estado da frota municipal (veículos leves, máquinas, ônibus…), além da relação de salas alugadas fora da Prefeitura. Ele pretende juntar ao máximo tudo em um só local para poder reduzir custos (aí se encaixa a construção do novo paço municipal, que dependerá de recursos de fora do caixa).

Sem isto, não encaminha nenhum tipo de reforma administrativa. Além disso, sem saber o que irá encontrar pela frente, não deve se posicionar sobre as ‘emendas impositivas’, projeto que está no Legislativo, e que permite que os vereadores possam indicar parte dos investimentos feitos no paço municipal.

 

GESTÃO TÉCNICA

Sem compromissos com a divisão dos espaços de poder, César quer fazer uma gestão técnica e de resultados. Com a ideia de nomear secretários para todas as pastas – sem citar nomes, ele compara Araranguá – a 20ª mais importante de economia de Santa Catarina, a uma cidade que não dá para tocar sem uma equipe qualificada.

 

MELHORIA DA AUTOESTIMA

Embora a cidade esteja num dos momentos de maior impacto por obras públicas da história, César aponta algumas ações imediatas para melhor o astral da população, como a colocação de flores ao longo das avenidas; uma operação tapa-buracos na área central; a valorização dos servidores de carreira; além da pintura dos prédios públicos com as cores da bandeira de Araranguá.

 

RELAÇÕES DE RESPEITO

César Cesa (MDB) pretende ter uma boa relação com a Câmara de Vereadores e com a imprensa. “Fomos 17 eleitos, prefeito, vice, e vereadores. O compromisso com a cidade é de todos”, apontou. Além do mais, disse não pretender trazer nenhum vereador eleito para o Executivo.

Entre as principais obras estão um novo terminal rodoviário, que seja próximo à rodovia BR-101, longe do Centro; a busca por um Centro de Eventos (recursos de fora); calçadas / passeios públicos, que deverão ser feitos com emendas de deputados.

 

OBRAS EM ANDAMENTO

César quer concluir as obras em andamento, e que não ficarem prontas: Açude Belinzone; Ciclovia; Centro de Convivência da Terceira Idade; entre outras.

Disse ainda que irá construir faixas ciclísticas por toda a cidade; além de dar atenção à ponte da Barranca.

 

APOIO EXTERNO

César pretende bucar apoio entre todos os deputados do Sul, e pode ainda ter uma certa vantagem caso Carlos Moises (PSL) volte ao cargo, já que ele liberou R$ 15,8 milhões para a nova ponte e mais R$ 18,5 milhões para a nova subestação de energia.

 

CONTRA CONTINUIDADE

César Cesa disse que fará um governo de um só mandato, que não se candidata à reeleição.

 

CONVERSA COM CDL

Ao final da entrevista, o empresário Everaldo João, presidente da CDL, que estava no estúdio da POST TV falou sobre o projeto do novo Calçadão com o prefeito eleito César Cesa.

 

ELEIÇÃO DOS SERVIDORES

Hoje (27) tem eleição no Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Araranguá. A urna itinerante passa nas unidades de ensino para colher os votos. “[…] a eleição do sindicato ocorrerá no próximo dia 27 de novembro com duas urnas fixas, sendo uma na sede do sindicato e outra na garagem da secretaria de obras e três urnas itinerantes, tendo uma chapa inscrita. O pleito ocorrerá das 9hs às 19 hs”, disse nota da presidenta da Comissão Eleitoral, Leani Teresinha Kerber.

A presidente deverá ser Simone Zilli Silvestre de Oliveira, e o ex presidente Fernando Espíndula será o tesoureiro geral.

 

ESCLARECIMENTO

“Caro Everaldo; teu leitor assíduo. Com relação à nota “AFASTADOS DO PP”, esclareço: Minha desfiliação do PP não ocorreu por não concordar com os rumos do Governo Mariano Mazzuco, absolutamente Não! Aliás, quando de minha desfiliação sequer Mariano era Prefeito. O desligamento do partido ocorreu em consequência do mal encaminhamento de uma provável candidatura a prefeito em 2012. Abraço e parabéns pela cobertura do pleito eleitoral /2020” – Antônio Eduardo “Dau” Ghizzo.

0 Comentários

Comente essa publicação