A comercialização de 36.740 unidades do macarrão instantâneo Renata nos supermercados Giassi (Araranguá e Sombrio), Big Bem, Sete Supermercados e Supermercado das Frutas gerou mais R$ 15 mil para a instituição beneficente Casa da Fraternidade. Em novembro, quem adquirir nestes supermercados o refresco MID, por apenas R$ 0,89, contribuirá com a entidade. A ação faz parte do projeto Geração Solidária.  
Pela primeira vez, o Grupo Bigolin e BDL participa do projeto Geração Solidária, em prol da Casa da Fraternidade. Segundo o supervisor de vendas, Scharles da Rosa Martins, para o grupo Bigolin e BDL, é uma satisfação enorme participar do projeto Geração Solidária que é de grande benefício para toda a sociedade da região, trazendo esperança e vida aqueles que são envolvidos nesse projeto. 
O empresário, Zefiro Giassi, analisa que o projeto tem evoluído, apesar de toda esta situação vivenciada com a pandemia do coronavírus.
“O projeto Geração Solidária veio para ficar, e assim como a instituição se adapta com as tecnologias para seguir com seu trabalho educacional, cultural e assistencial, o projeto também usa as ferramentas possíveis. Com a boa vontade de todos alcançamos nossos objetivos e neste caso, é auxiliar a quem vivencia dificuldades e precisa de um suporte”, observa Zefiro Giassi. 
O representante comercial, Cleber Giovane da Silva, da Pastifício Selmi, que pela segunda vez se envolveu na campanha, foi mais uma vez gratificante ser parceiro.
“Nós do Pastifício Selmi queremos agradecer a todos pelo apoio na campanha em prol da Casa da Fraternidade. Ficamos muito contentes com os números alcançados e agradecemos os 36.740 pacotes de macarrão Renata Instantâneo que vendemos durante o mês de outubro. Mais uma vez, fica aqui os nossos agradecimentos as redes parceiras na Campanha, ao povo de Araranguá e região e a Casa da Fraternidade por este lindo e maravilhoso trabalho. Parabéns a todos. Em nome da Selmi agradeço muito. Obrigado”.
Quem também mais uma vez agradece em nome das mais de 300 alunos atendidos nas atividades e 400 famílias nos projetos assistenciais, mesmo em meio a pandemia, é a presidente da Casa da Fraternidade, Cátia Hahn.
“Estamos muito felizes com o resultado da campanha que cada vez mais tem se consolidado na nossa região. Só tenho a agradecer ao apoiador do mês de outubro, a Pastifício Selmi, através do Cleber, que tem nos recebido com muita atenção. A todos os parceiros da campanha, aos supermercados, as empresas de mídia e a sociedade que acredita no nosso trabalho e nos apoia. Com o valor arrecadado estamos conseguindo manter as atividades da Casa e estamos nos organizando para acolher cada vez melhor nossos atendidos”.

A Casa tem mantido, conforme os protocolos vigentes, aulas presenciais e online do Ponto de Cultura Juventude Luzes do Amanhã e Projeto Meninos do Futuro, reforço escolar, atendimento psicopedagógico, psicológico, assistencial e atividades do projeto Renascer. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (WhatsApp) 48 3527 0214 ou através do site www.acasadafraternidade.org.br.

0 Comentários

Comente essa publicação