PRIMO PRÉ-CANDIDATO?

Era próximo das 16 horas deste sábado (11), quando o portal W3 publicou áudio do vice-prefeito de Araranguá, Primo Junior (PL), em que ele afirmava que o pai estaria interessado em participar das eleições de 2020. O tema virou assunto das redes sociais até a noite.

Por volta, das 23 horas, a coluna recebeu um áudio do próprio Primo Menegalli (PL) confirmando seu desejo de colocar o nome à disposição para uma pré-candidatura. Acompanhe:

 

O CAMINHO A TRAÇAR

Primo está com 86 anos, estará com 87 após as eleições. Caso confirme sua pré-candidatura é preciso tomar algumas decisões.

A primeira, seria reorganizar sua história em Araranguá, já que vive em Barra do Bugres/MT há muitos anos, onde tem sua fazenda. Tanto é que o grupo empresarial ficou sob o comando da ex mulher, Fátima Leite, e do filho, Primo Júnior. 

 

É PRECISO ENRAIZAR

Para enraizar uma pretensão deste porte, precisaria voltar a morar na cidade, conviver com as pessoas, e se reaproximar da população, em especial de uma grande parcela que tem Primo Menegalli em sua memória como o melhor prefeito desde os anos 80 para cá (últimos 40 anos).

O eleitor, cada vez mais atento, precisará acreditar que não se trata de uma “estratégia” para manter o nome de Primo Júnior em evidência e segurar partidos e lideranças que poderiam ‘fechar’ com Mariano/Daniel (PP); César Cesa (MDB) ou Ricardo Ghellere (PSL).

 

PAI E FILHO

Outro ponto, é especulação feita de uma chapa Primo pai prefeito e Primo Júnior vice. Embora não haja impedimento legal, é preciso convir que não é a medida mais acertada.

Apesar de o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido/Aliança) insistir que a família tem que estar em primeiro lugar, com os filhos bem perto do centro do poder, boa parte dos brasileiros já se dá conta de que não cabe este modelo na jovem democracia brasileira.

 

VICE POSSÍVEL?

Outra questão é afirmação (ou contradição) de Primo Junior, que tem dito o tempo todo que não será vice de ninguém.

Se o vice for outro, para ampliar o “arco de alianças”, a quem o ex-prefeito confiaria a vaga de vice?

Se Primo fosse eleito para um mandato de 2021 a 2024, e tivesse que deixar o cargo antes, quem de confiança poderia terminar o mandato?

 

ARCO DE ALIANÇAS

Levado adiante o plano, com Primo cumprindo o roteiro básico para voltar para o jogo, o segundo passo seria “fechar acordos políticos”.

Precisaria assegurar um grupo mínimo de “puxadores de votos”: vereadores, ex-vereadores, lideranças de peso.

Os maiores partidos, em tese, teriam candidato.

O PP com Mariano, Daniel ou Sasso; o MDB com César Cesa; o PT com Jair, Banha, Sayonara ou Polaco. O novato PSL deverá ter Ricardo Ghellere.

Um cenário para 5 candidaturas. A margem para alianças ficaria bem restrita.

 

RENOVAÇÃO

Com Primo Junior, 36 anos, o discurso da renovação política seria bem mais fácil de entender. Caberia a ele e Ghellere o papel de defender ‘o novo na política’.

O PP teria que fazer o discurso da segurança e responsabilidade, que mantém o partido no poder em 20 dos últimos 24 anos.

O MDB trabalharia a trajetória vencedora de César e o pedido de uma chance de retornar ao poder depois de 24 anos.

O PT, caso não se alie a PP ou MDB, pode ficar de fora das eleições majoritárias, deve fazer uma campanha para manter pelo menos uma cadeira na Câmara de Vereadores.

Com Primo Menegalli ficaria difícil manter o discurso da renovação já que ele foi prefeito duas vezes, concorreu uma terceira em 2008 (e perdeu) e tem o filho como atual vice de Mariano.

 

ANÍSIO TUCANO?

O grupo ligado a presidente do PSDB, deputada federal Geovânia de Sá, fez convite ao ex vereador e candidato a prefeito de Araranguá, Anísio Premoli (MDB), para ingressar no partido.

Teria grandes chances de ser candidato a vice tanto de Primo pai ou Primo Junior; do Progressistas ou mesmo de Ricardo Ghellere.

 

ANDRÉ DE VICE?

O presidente do PSDB de Araranguá, André Alves, posou em uma foto ao lado do vice-prefeito Primo Junior.

A legenda fala de discussão de novos projetos para Araranguá. Seria a sua participação na chapa de Primo pai como vice? Ou a tentativa de trazer Anísio para o ninho?

 

LOCAL DEFINIDO

A posse de Ronaldo Pereira da Silva, o Ronaldinho (Progressistas), como presidente da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc), será na próxima 4ª feira, dia 15 de janeiro, 9 horas, no Restaurante Mahori, em seu município, Balneário Gaivota.

Em janeiro de 2019, a posse do prefeito de Maracajá, Arlindo “Lale” Rocha, no comando da entidade, aconteceu em Araranguá, no Hotel do Morro dos Conventos.

As anteriores, eram na sede da Amesc.

 

NOVOS CONSELHEIROS

Sexta-feira (10), na sede da Amesc, foi dia de dar posse aos novos conselheiros tutelares.

Em Araranguá, foram empossados os 5 titulares e 5 suplentes.

 

VERBAS PARA AMESC

O prefeito de Balneário Arroio do Silva, Juscelino da Silva “Mineiro” Guimarães (PSDB), recebeu em seu gabinete a deputada federal Geovania de Sá (PSDB), que anunciou R$ 338 mil de uma emenda na conta da Prefeitura (para a Saúde) e outros R$ 600 mil do falecido deputado federal Marco Tebaldi para a obra do Acesso Sul, continuação da Avenida Santa Catarina.

Participaram da reunião o presidente da Câmara, Everaldo Caetano (PSDB), vereadores Sérgio Policarpo (PSDB), Márcio Macan (PP), Dionei Teixeira (Republicanos); e os secretários Paulo Martins dos Santos Junior (Chocolate), da Saúde; e Wanderlei Nagel, de Administração e Finanças.

A deputada federal Geovania de Sá (PSDB) também passou  por Sombrio, para onde oficializou a entrega de uma retroescavadeira.

 

GRANDE MOBILIZAÇÃO

Várias campanhas de arrecadação foram mobilizadas para arrecadação de doações para ajudar a família da viúva do empresário Moisés Balthazar, dona Maria, que teve a casa queimada em um incêndio na noite de quinta-feira (10), em Araranguá.

 

REGISTRO DE IMÓVEIS

Nesta segunda-feira, 13 de janeiro, as 14horas, o Corregedor Geral Extrajudicial do Tribunal de Justiça de SC, desembargador Roberto Lucas Pacheco, Juiz Corregedor Extrajudicial Marco Augusto Ghizzi, o juiz corregedor da Comarca de Criciúma, Ricardo Andrade, e os prefeitos e presidente das Câmaras de Vereadores de Nova Veneza, Siderópolis e Treviso, farão uma visita oficial ao cartório de Nova Veneza, que já estará em funcionamento à partir das 9h da manhã do mesmo dia.

O convite para conhecer o 2º Ofício de Registro de Imóveis da Comarca de Criciúma, parte do presidente da Câmara de Nova Veneza, Aroldo Frigo Júnior, convida os colegas para acompanhar a visita, já que foi uma grande conquista e é algo muito positivo para os 3 municípios.

                                     

0 Comentários

Comente essa publicação